Amar um sonho…

ridículos
como Pessoa
e suas cartas

somos nós
nosso vazio
e nossas marcas

aquele chorou rios
ela sofreu horrores

ao falarmos de amor
todos somos
amadores

[Kleber Bordinhão]

Eu não tenho a certeza de que você não me quer – e isso te faz ser meu todos os dias.

A gente se encontra, enrola os fatos, dissimula o que poderia ser… e o que nunca foi.

Mas inventa modos desconcertados de dizer que ama, já que o sentimento é, por vezes, tudo o que se há.

E ama, sim. Muito. Outro nome que não seja amor se faz inexistente.

Mas há o medo… Ah, o medo… Este tolo que pensa nos enganar. Até engana – quando o sonho e o real se mesclam em facetas quase intocáveis.

Contudo, mesmo sentindo medo, não abdico de você. Aprendi a não desistir de nós.

Porque, enquanto eu te esperar, você se manterá vivo. Aqui dentro, talvez lá fora. Em miragem ou no palpável, eu faço você existir para mim.

Sei que provavelmente tudo isso não passa de uma grande besteira. Entretanto, se a gente se leva a sério demais, desaprende também o que é brincar de viver.

Nas tardes acaloradas – momentos em que meu corpo quase se desmancha pela brisa quente -, eu te olho e, por um momento, penso:

“- Ah, se ele pudesse ser meu! …”

E sigo andando, porque ainda não é. Mas a simples ânsia de tocar você me faz dar mais um passo, e outro, e mais um…

Pois, quando finalmente der certo, pode ser que perca a graça. É muito meu, isto: a vida toda treinei lidar melhor com probabilidades do que com verdades.

Já fiz um trato com o coração: se eu não encontrar seus braços, sinto que ao menos terei chegado mais perto de mim mesma.

Anúncios

3 comentários sobre “Amar um sonho…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s