Cartas a alguém que não vai ler, 04

Hoje meu coração amanheceu partido ao meio. O sol se faz iluminado lá fora, com seus raios a aquecer cada passo dos homens que transitam pelas ruas. Mas, aqui dentro de mim, tudo o que surge é a exaustão fria, mesclada a um grande sentimento de ruptura indigesta…

Percebo meu corpo embalado por um imenso gole de ar, para o qual não houve preparo: apenas susto. Penso que certos instantes da vida não nos permitem ensaios – cabe-nos tão somente experenciá-los como possível for, delineando as agruras que percorrem a pele.

Adormeci regada por um sem-número de frases indóceis e despertei silêncio… entremeado pelas poucas palavras tortas que restaram de solidão.

Sim, hoje seria um daqueles dias em que seu colo poderia me servir de abrigo para falar de amor. De despedida, talvez… De uma série de aprendizados jamais em vão, mas que – por um singelo instante – mostram-se densos, e soam mais confortáveis quando divididos.

Olho de soslaio para a vida, e ela – em sua sabedoria irônica – convida-me a esperar pelo amanhã… Vem comigo?

Anúncios

3 comentários sobre “Cartas a alguém que não vai ler, 04

  1. Lunna Guedes disse:

    E exatamente assim que estou me sentindo hoje: regada por um sem numero de frases indoceis, mas por aqui apenas barulho. Nada de silencio… deliciosa sua missiva, cada dia sua escrita esta mais singular. Eu diria que esta a transbordar.

    Que bom que a lua influencia as mares. rs
    Bacio

    Curtir

  2. Aurea Cristina Szczpanski disse:

    Eu tava devendo esta visita aqui (não pra você, pra mim mesma). E que bom que vim! Que texto lindo! A gente lê, para um pouco e só consegue balbuciar: bem isso! bem isso! São impressões suas que vestem como uma luva pra quem também se dá conta do próprio susto:
    “Percebo meu corpo embalado por um imenso gole de ar, para o qual não houve preparo: apenas susto. Penso que certos instantes da vida não nos permitem ensaios – cabe-nos tão somente experienciá-los como possível for, delineando as agruras que percorrem a pele.”
    Perfeito, Tatiana! Perfeito!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s