Entrelace

Minha cara C.,

Talvez você não saiba, mas o instante que vivenciamos na noite de ontem está – nas prateleiras da minha alma – entre os mais significativos dos últimos tempos…

O nosso breve diálogo, envolto em densas linhas de carinho e compreensão, não foi apenas a chave necessária para abrir uma porta que se fazia pesada demais para mim – sozinha –, como também providenciou um encontro diferenciado entre nós.

Pela primeira vez, após tantos anos, pude segurar em sua mão… sem medo de provocar decepções, angústias ou uma desilusão fácil. Estranhamente, eu me senti fortalecida o bastante para entender que – ainda que doesse –, seus olhos se voltariam aos meus em sinal de afeto. De uma cumplicidade que nunca se quebrou.

Percebi que evitar você – até aquele presente instante – havia sido uma fuga de mim mesma, pois o seu lugar foi o mesmo… o tempo todo! Suas mãos jamais deixaram de ser quentes… sua perspectiva nunca abdicou de ser doce… seus ensinamentos me fizeram ser melhor.

Eu queria muito ter o dom de compreender o que virá no dia depois de amanhã, já que hoje estamos aqui… e até o próximo amanhecer penso que será muito cedo para desistir, agora que tenho você…

Deixo-te um beijo com a promessa de que a vontade existe. Você sabe que nunca fui boa de promessas… mas, dessa vez, não precisa duvidar…

Com todo meu carinho,

T.

Anúncios

4 comentários sobre “Entrelace

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s