Catarina…

Ela se veste de um sorriso tímido e enfeita cada dia com delicadas possibilidades de si mesma… É um pouco de mim, de você e de todos nós juntos, mas não ouse compará-la a ninguém: ela pertence às suas próprias nuances e linhas (quase sempre) retas.

Sua singularidade vai além do que pode ser visto no espelho, pois ela é a ameaça dócil entre a transparência e a dúvida. É o inteiro de cada metade, o exagero em sua forma mais simplista.

As palavras de Catarina sempre nos deixam com aquele “e se?” na ponta da língua, fisgando interrogações que se multiplicam ao infinito… E é justamente nesses instantes que ela se deleita em fugir rumo ao seu universo particular, enquanto permanecemos à deriva, entre mistérios e devaneios…

Nunca antes encontrei uma figura tão breve em suas explicações e tão extensa em sua incrível complexidade! Ela é este vulcão de ideias que nos movimenta em direção ao imaginário, sem deixar que nada se perca ou desperdice… se valioso for.

Catarina nos brinda com seu chão e seu céu. Com seu paraíso e seu inferno. Contudo, em meio a encantos e inquietações, nada nos é entregue de bandeja! É preciso conquistá-la… trazer brilho aos seus olhos por um motivo qualquer, que faça pulsar seu coração.

Seduzir seu rosto com uma pétala de flor… tocar a lua com a ponta dos dedos e, caso houver coragem, permitir-se adentrar seu mundo… diferente de todos os outros palcos da vida…

Anúncios

3 comentários sobre “Catarina…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s