Reconhecer-te

“Sempre haverá um porto. Um lugar que não precisa ser fixo, mas que, contrariando a lógica, é onde está o nosso alicerce. Nada é tão prazeroso quanto voltar a lugares de onde nunca saímos.”

— Fernanda Gaona —

Hoje eu voltei a me reconhecer em tuas palavras, como se elas nunca tivessem deixado de ser minhas. Por um singelo instante, abdiquei de ser espelho de meras expectativas, para me guiar enfim por um gesto real…

Fui abrigo de letras arriscadas, recebendo como eco um encontro necessário ao coração… aprendi que, por vezes, é preciso atravessar tempestades para conquistar um lugar ao sol.

Busquei fugir dos clichês e, ao som de tua voz, percebi que – de fato – nem sempre eles se fazem adequados… Rememorar o verdadeiro caminho que quero para mim – de mãos dadas contigo – abrandou qualquer possível lampejo deixado em mim pela solidão…

A originalidade do teu sorriso me comove–encanta–enobrece o sentido do que considero ‘viver’! E hoje entendo que desorientar-me – em tempos outros – foi apenas a chave essencial para que agora, neste exato momento, pudéssemos finalmente nos apresentar…

Anúncios

3 comentários sobre “Reconhecer-te

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s