Hoje não te quero presente,

Sua resposta ao meu silêncio provoca barulhos ensurdecedores em mim. Não tenho pés firmes no chão para sustentar o peso de seu corpo insano – que pensa sair ileso de todas as situações – e nem pretendo manter a salvo em meu cerne os seus ruídos de podridão. Quero expurgar de mim a fome, a sede… a cura para um mal que não cede. Vou rasgar das paredes o seu nome, trancar as portas de casa e escurecer tudo ao meu redor. Hoje, não te quero presente nem em lembrança, pois se nunca te avistei em sonho, não será na minha realidade que te permitirei entrar.

Anúncios

Um comentário sobre “Hoje não te quero presente,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s