Viver: verbo infinitivo

Não faz muito tempo… foi ontem! Conversávamos na cozinha durante um processo lúdico de edição, que invariavelmente se desdobrava em terapia, para minha sorte… O riso corria solto sempre que eu me deparava com o verbo em sua forma infinitiva: bastante frequente ao idioma falado em Portugal e, portanto, familiar a você, que residiu em Coimbra por um longo período…

Talvez seja usual a nós, seres humanos, o estranhamento diante daquilo que nos parece diferente, distante… incomum! Preferimos nos afastar a chegar mais perto e entender do que se trata… encarar uma mudança… confrontar o que se mostra habitual em nossa rotina.

Aconteceu desse modo comigo, quando fui desafiada a questionar os meus gerundismos – já tão incorporados ao dia a dia –, e me permitir trocá-los, aos poucos, por alguns infinitivos… De início, apenas para fazer graça! Logo em seguida, porque achei bonito, imponente… e, por fim, ao entender o sentido de substituir ações aparentemente intermináveis por verbos lineares e pontuais… de firme impacto em meu íntimo.

Foi assim que pude notar que – por um longo tempo, antes de te conhecer – “estive fazendo” coisas, sem comprometimento com as pessoas, situações ou comigo mesma… E sua presença organizou certos espaços, para que eu me dispusesse a enxergar a existência com outros olhos… com a leveza de quem pode estar em continuidade sem carregar pesos que não lhe pertencem mais.

E, a cada manhã, viver torna-se verbo infinitivo no instante em que o sol nasce em minha janela…

Anúncios

2 comentários sobre “Viver: verbo infinitivo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s